top of page

Zagueiro do Internacional, Cuesta abre processo para obter dupla nacionalidade

por Esporte News Mundo, via UOL

O Internacional pode, ainda este ano, ganhar uma “ajuda extra” na busca por reforços. O zagueiro Victor Cuesta, de 33 anos, abriu processo para obter dupla nacionalidade. Argentino, mas casado com uma brasileira, o defensor espera obter o registro brasileiro, o que facilita sua estadia no país e, auxilia o Colorado na montagem do elenco.

Um processo de dupla nacionalidade no Brasil, no entanto, não é simples. De acordo com informação do “UOL Esporte”, o período de análise pode inclusive, demorar anos, mas o casamento com uma brasileira é visto como trunfo por jogador e clube. Apesar de não ser exigência para conseguir o registro nacional, uma união estável costuma acelerar o andamento do processo.

A decisão de Víctor Cuesta de somente agora a abrir esse processo deve-se a essa demora. Apesar de residir no Brasil desde 2017, o que já representa uma permanência suficiente para abertura de uma dupla nacionalidade, a tendência era que a espera fosse longa e, portanto, com o casamento, se tornou mais viável.

A expectativa do Internacional, agora, é para que Víctor Cuesta consiga a dupla nacionalidade o quanto antes. Com três estrangeiros no elenco além do zagueiro – Gabriel Mercado, Carlos Palacios e Bruno Méndez – o Colorado se vê perto do limite autorizado pela CBF para escalação em partidas. No Brasil, somente cinco jogadores que não possuam registro brasileiro podem ser incluídos na súmula nos torneios nacionais.

Em negociações avançadas com o uruguaio Brian Rodriguez, e acertado com o argentino Fabrício Bustos, que chega, a principio, em julho, o Internacional, precisa de mais vagas para estrangeiros no elenco. Caso a naturalização de Víctor Cuesta não ocorra rapidamente, o Colorado precisará, nos torneios da CBF, deixar ao menos um dos nascidos em outros países de fora dos relacionados. Lembrando que D’Alessandro conseguiu cidadania brasileira no início desta temporada.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page