top of page

Arroz e feijão ficam mais caros em 1 ano e fome aumenta no Brasil

De julho do ano passado a julho deste ano, o preço do arroz aumentou 37% e o do feijão preto, 18,46%. Para escapar da fome, brasileiros estão consumindo ossos e fragmentos de arroz, usados na fabricação de ração para animais

Um levantamento do FGV IBRE mostra o aumento nos preços do arroz e do feijão, principais produtos do prato do brasileiro, nos últimos 12 meses. Com alimentos básicos mais caros, a fome aumentou no país, afetando 19 milhões de pessoas.

De julho do ano passado a julho deste ano, o preço do arroz aumentou 37% e o do feijão preto, 18,46%.

Outros produtos do prato feito do brasileiro também ficaram mais caros. O preço da carne bovina aumentou 32%, e do frango inteiro, 22,73%.

A cesta do prato feito (composta por 10 itens) apresentou variação média de 22,57%.

Com o preço dos alimentos tem subido cada vez mais e, para escapar da fome, brasileiros estão consumindo ossos e fragmentos de arroz, usados na fabricação de ração para animais.

No mês passado, uma cena chocou não só o Brasil, mas o mundo. Dezenas de moradores de Cuiabá (MT) se aglomeraram em frente a um açougue para receber ossos de carne para matar a fome. O estabelecimento oferece os ossos duas vezes por semana.

Fonte: Extra

Imagem ilustrativa/ Foto: Adobe Stock

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page